• Escançoes Portugal

Um novo presidente em Portugal: José Santanita


José Santanita iniciou a sua carreira no sector do vinho em 1991. Licenciou-se no INFTUR (instituto de turismo da Lisbon Hotel School) em 1993, antes de se tornar um dos mais o sector do vinho e gastronomia em Portugal. É membro da Associação dos Sommeliers Portugueses desde 1998 e é actualmente Presidente da AEP - Associação dos Escanções de Portugal, a associação portuguesa que é um dos membros fundadores da ASI - além de dirigir a revista da associação, O Escanção.



Em 2007, José Santanita foi reconhecido como treinador de sommeliers pela AEP. Em 2009, ganhou o concurso de sommeliers de vinho da Revista de Vinhos e o título de Melhor Sommelier do Ano em Portugal.

Ele trabalhou na criação e implementação de dois programas de treinamento inovadores no Brasil: Especialista em Vinho de Portugal e Mestre em Portos. Ao mesmo tempo, José também criou sua própria marca de vinho: Scancio, da palavra latina para açougueiro ou sommelier.

Conversamos com ele sobre a participação da Associação dos Sommeliers Portugueses na criação da ASI em 1969 e a sua visão da profissão de sommelier em Portugal.

P: Este é o seu primeiro mandato como Presidente da Associação Portuguesa de Sommeliers. Qual é a sua visão e quais são seus planos?

José: Quando eu preparei o programa com a nova equipe de gerenciamento da associação, todos concordamos que era essencial concentrar-se na formação de diferentes profissionais do vinho (garçons, adegas, equipe de supermercados). , etc.) que vendem vinho e trabalham com vinho em Portugal.

O turismo é um sector muito importante no nosso país, e a Associação dos Sommeliers Portugueses deve assumir, absolutamente, a responsabilidade social para garantir a formação dos profissionais portugueses. Nossa prioridade, durante este mandato, é implementar atividades de treinamento destinadas àqueles que não tiveram a oportunidade de estudar em uma escola de turismo. Também planejamos atividades destinadas a dois e aqueles que querem se especializar e aprofundar seus conhecimentos.

Vamos criar intercâmbios profissionais com outras associações internacionais de sommellerie, a fim de diversificar as formações. A Associação de Sommeliers Portugueses poderá assim apoiar a formação de profissionais no nosso país, dando-lhes acesso a um nível de conhecimento verdadeiramente profissional.

Muitas pessoas querem que nossa associação ofereça abordagens inovadoras e voltadas para o futuro. A prioridade neste primeiro ano é fazer pedagogia do vinho por vários meios Estamos a preparar uma feira de vinhos itinerante que vai parar em onze cidades portuguesas e pretendemos formar cerca de 250 profissionais por ano, pessoas que poderiam então para se juntar à profissão de sommelier.

P: Qual a sua visão de desenvolver e promover a profissão de sommelier em Portugal e internacionalmente?

José: A Associação dos Sommeliers Portugueses foi fundada antes do meu nascimento. Admiro muito a história das pessoas que lançaram esta grande aventura em Portugal. Deve ser entendido que naquela época, o país ainda era uma ditadura. E é nesse contexto difícil que a Associação nasceu. É incrível pensar na perseverança e visão de nossos mentores em tal contexto, e nossa geração deve estar ciente dessa história. A Associação de Sommeliers Portugueses tem agora a oportunidade de recuperar o reconhecimento que merece como uma associação activa à escala internacional, respeitadora do passado e aberta ao futuro, tudo em harmonia com a visão ASI atual.

Acho que temos que aplaudir a nova geração de sommeliers portugueses. Hoje existem vários profissionais portugueses que desempenham um papel muito importante ao serviço do vinho. Houve uma progressão muito forte em nossa profissão, na minha opinião. Quando comecei a trabalhar na Vinícola Herdade do Esporão em 2000, foi o primeiro produtor português a contratar um sommelier. Naquela época, muitas vezes ouvi dizer que "um sommelier é um garçom especializado em vinho". Mas eu sempre disse que os sommeliers são profissionais essenciais para qualquer empresa do setor vitivinícola. Hoje, os sommeliers podem fazer muito mais do que apenas servir vinho nos restaurantes. Eles estão presentes em todos os tipos de empresas: produtores, importadores, distribuidores, comerciantes de vinho, etc.

Tenho orgulho de ver tantos jovens adotarem essa maravilhosa profissão com sucesso. Este sucesso é em grande parte devido aos esforços da ASI com sommeliers de todo o mundo nos últimos anos. Foi notável ver a unidade excepcional que prevaleceu na mais recente Assembléia Geral da ASI e acredito que, se permanecermos focados em nossos ideais e metas, o futuro de nossa profissão será ainda mais próspero. e promissor.

123 visualizações

Universidade Portucalense

https://www.upt.pt/

  • Wix Facebook page

Associação dos Escanções de Portugal

Av.  Almirante Reis Nº 58 R/C DTº  1150-019 Lisboa  Fone: +351218 132 542 - E-mail: escancao@sapo.pt  e direcaoaep@gmail.com

© Copyright Associação dos Escanções de Portugal. all rights preserved.